0 Gardados para despois
Suso Moinhos

Suso Moinhos

Nacim em Vigo em 1970 e estudei Filologia Galega na Universidade de Santiago de Compostela, em cujo Instituto de Idiomas dei aulas de esperanto. Atualmente estou a tirar o curso de pós-graduaçom de Estudos de Interlinguística da Universidade Adam Mickiewicz em Poznań, Polónia. Escrevo em esperanto e alguns poemas meus tenhem recebido prémios em concursos e aparecido nas revistas Esperanto, Beletra Almanako, Rio Esperantista, Zagreba Esperantisto, Caja de Resistencia (em traduçom para o espanhol), bem como na antologia Nova mondo en niaj koroj (2016). O meu primeiro poemário intitula-se Laminarioj (2016) e foi publicado na editora eslovaca Espero. Estou a traduzir Memorias dun neno labrego para o esperanto. Desde 2015 fago parte da equipa de redatores da revista literária Beletra Almanako e redijo o módulo de literatura do curso em linha RITE para professores de esperanto.

As miñas achegas a Praza: